Google+ Followers

Casquinha de siri ou moqueca de siri catado?

Casquinha de siri ou moqueca de siri é uma delícia para servir de entrada. Servi outro dia num almoço com as amigas e outro dia, no lanche do trabalho e deu muito certo. O siri veio de avião, diretamente de João Pessoa! :)




Ingredientes

1 kg de carne de siri 
1 vidro de leite de coco pequeno
1/2 pimentão amarelo picadinho
4 colheres de sopa de azeite de oliva
2 dentes de alho amassados
1 tomate picadinho
1 cebola pequena picada
4 colheres de cheiro verde picado
1 cubo de caldo de peixe ou de frango
2 colheres de sopa de azeite de dendê
sal e pimenta do reino a gosto
pimenta dedo de moça a gosto, picadinha e sem semente

Para a farofinha: farinha de rosca e queijo parmesão ralado misturados (3 colheres de cada).

Modo de fazer

1. Aqueça o azeite de oliva numa panela e adicione a cebola, o tomate, alho e pimentão. Deixe refogar um pouco e acrescente a carne de siri.
2. Mexa tudo e coloque o azeite de dendê, o caldo de peixe, tempere com sal, pimentas e por último o leite de coco. 
3. Deixe cozinhar mais um pouco. Prove o sal e desligue o fogo.
4. Coloque pequenas porções em ramequins ou na casquinha de siri (ou caranguejo), salpique a farofinha e leve para dourar. Sirva quente.



Arroz doce - tipicamente goiano

Sobremesa típica da região centro-oeste, muito apreciada em Goiás e MG e fácil de fazer.
Alguns conhecem como arroz de leite. Pode ser temperado com cravo, canela em pau, casca de limão, coco ou com açúcar queimado.
Eu gosto dele bem cremoso, branquinho, sem muito "enfeite".
Outro segredo que descobri é usar arroz arbóreo (próprio para risoto), pois o doce ficará mais cremoso e mais macio.

Ingredientes
1 xícara de arroz arbóreo (rende bastante, dá umas 8 porções generosas)
2 paus de canela 
4 colheres de sopa de açúcar
1 lata de leite condensado
1 litro de leite
+- 300 ml de água
1 pitada de sal (realça o sabor do doce)
canela em pó para decorar (a gosto)

Modo de fazer

1. Lave e escorra o arroz. 
2. Numa panela de fundo grosso, coloque o arroz, canela, pitada de sal, açúcar e a água, que será adicionada aos poucos.
3. Vá mexendo sem parar com uma colher de pau e adicionando água na medida em que precisar até ficar bem cozido o arroz.
4. Quando estiver com pouca água e bem macio, adicione o leite quente fervido e o leite condensado e continue mexendo até engrossar novamente.
5. Transfira para uma vasilha de vidro e deixe esfriar para servir. Há quem goste dele morno, mas alguns preferem frio.
6. Lembre-se de deixar com mais caldo, pois a tendência é engrossar quando esfria.
7. Outra dica: para quem gosta dele marronzinho, faça assim:
- não cozinhe com as 4 colheres de açúcar da receita acima. 
- utilize essa quantidade de açúcar para queimar como calda de pudim e adicione o arroz já preparado na calda quente. Mexa bem até derreter o açúcar e se precisar, adicione mais leite. Sirva com canela em pó. Fica assim:




Quiche de queijo com cogumelo paris

Esse recheio fica leve e a massa bem crocante. Quem não gostar de cogumelo, pode substituir por alho-poró.



Ingredientes da massa
2 xícaras de chá de farinha de trigo
150 g de manteiga gelada
1 gema
1 ovo inteiro

Ingredientes do recheio
1 de colher de sopa de margarina
300 g de *cogumelo paris fresco cortado em lâminas
1/2 cebola ralada
3 gemas
150 g de queijo parmesão ralado
100 g de queijo gruyère ralado
1 caixa de creme de leite
3 claras em neve
sal e pimenta do reino a gosto

*Foto do cogumelo fresco



Modo de fazer - massa

1. Junte todos os ingredientes e misture com as pontas dos dedos até virar uma massa homogênea. 
2. Pegue a massa e modele com os dedos numa forma de aro removível. Reserve.


Modo de fazer - recheio e montagem

1. Numa frigideira aqueça a margarina e refogue a cebola e adicione o cogumelo. Tempere com sal e pimenta do reino. Reserve.


2. Na tigela pequena da batedeira, bata as claras. Reserve. 
3. Na outra tigela maior, bata as gemas e acrescente o cogumelo refogado e os queijos ralados. Adicione o creme de leite, misture. 
4. Por último, junte as claras em neve, delicadamente.
5. Coloque o recheio na massa já preparada, mas cuidado para não encher muito, pois ela cresce quando assar.


6. Asse em forno pré-aquecido médio até dourar (+- 35 min).














Camponata de tomate cereja e queijos

Essa receita foi invenção para um lanche e acabou se tornando uma receita muito pedida. 

Como não tinha um nome, achei que camponata servia, pois deve ser aquecida antes de servir.

E pode substituir o presunto por cubos de linguiça calabresa pré-frita ou de frango. 

Ingredientes

1 caixa de tomate cereja (+- 300g)
150 g de presunto defumado (use o que tiver, não altera muito - calabresa, frango)
100 g de queijo provolone picado (pode usar gruyère ou parmesão)
100 g de queijo minas frescal
100 g de queijo muçarela
1/2 cebola picada bem fina
2 dentes de alho laminados
1 colher de chá de **ervas finas
1 punhado (a gosto) de ervas frescas picadas (tomilho, manjericão, cebolinha, salsa, orégano, *nirá)
azeitona picada (opcional)
pimenta calabresa ou dedo de moça a gosto (cuidado para não deixar muito picante)
azeite quanto baste
sal e pimenta do reino a gosto 

*ou alho japonês (encontra-se em casas especializadas ou grandes mercados)
** ervas finas (ou ervas de provence) são secas.

Pode ainda usar calabresa fina previamente frita, na mesma proporção do presunto. Fica gostoso também.


Modo de fazer

1. Lave e pique os tomates em pedaços pequenos. Pique os queijos em quadradinhos. Prepare a cebola, o alho e as ervas frescas.

2. Numa vasilha misture todos os ingredientes. Tempere a gosto com sal, ervas finas, pimenta do reino e azeite de oliva. Mexa tudo e leve para aquecer no forno antes de servir, com pão sírio ou pão de forma integral levemente tostado no forno.

3. Pode servir como entrada, tipo salada quente, como os empratados das fotos abaixo.