Google+ Followers

Arroz com pequi

Eita trem gostoso, vixi... assim dizem os goianos, mineiros e afins.
Não é preferência nacional pois é bem típico da região central do Brasil. Mas faz parte do time de comida que ou você ama ou odeia.
O cheiro é forte, e pra quem gosta, é maravilhoso.
Pra quem não conhece, acha que tem algo estranho no ar, como aconteceu com minha cunhada que foi fazer na casa dela em Santa Catarina, e foram bater na porta dela perguntando se tinha algo errado!!! :)

Olha o que diz a Wikipédia sobre o fruto goiano:

O Pequi (Caryocar brasiliense; Caryocaraceae) é uma árvore nativa do cerrado brasileiro, cujo fruto, embora muito utilizado na cozinha nordestina, em Goiás , Mato Grosso e norte de Minas Gerais, é considerado tipicamente goiano.

Dele é extraído um azeite denominado azeite de pequi. Seus frutos são também consumidos cozidos, puros ou juntamente com arroz e frango. Seu caroço é dotado de muitos espinhos, e há necessidade de muito cuidado ao roer o fruto, evitando cravar nele os dentes, o que pode causar sérios ferimentos nas gengivas. O sabor e o aroma dos frutos são muito marcantes e peculiares. Pode ser conservado tanto em essência quanto em conserva.





Mas enfim... o pequi é assim mesmo: controverso. Ainda assim, nada como uma boa galinhada ou arroz com o danadinho.

Como eu disse, tô na fase do básico, daí trouxe hoje a receita do meu arroz com pequi, aprendido com a família goiana (titia Luzia, mamãe...).

E atenção: esses da minha receita foram tirados do quintal do Tio Robson :))


Ingredientes

2 xícaras de arroz lavado e escorrido
2 colheres de sopa de óleo
2 dentes de alho socados
2 a 3 xícaras de água quente
1/2 cebola picada
pitada de açafrão
sal a gosto
+- uns 10 pequis

1. Comece aquecendo o óleo numa panela média. Adicione os pequis e vá mexendo bem até perceber que está soltando aquela corzinha amarelada na panela.
Esse processo ajuda a soltar o óleo do pequi que vai dar cor e sabor ao arroz.



2. Adicione na sequência a cebola, o alho e continue refogando.

3. Acrescente o arroz, um pouquinho de açafrão (1/2 colher de chá), o sal a gosto e mexa bem.

4. Coloque 2 xícaras de água quente e aguarde cozinhar em fogo alto.



5. Quando estiver quase seco, observe se está bem cozido ou no ponto que gosta do arroz. Se precisar, adicione mais um pouco de água, coloque no fogo baixo e espere secar.

6. Salpique cheiro verde ou pimenta de cheiro sobre o arroz na hora de servir, se gostar!!!

E chame as "parentadas" goianas para ver aquela alegria :)


0 comentários:

Postar um comentário